I am Liz Gilbert.

Depois de 6 anos, eu assisti novamente o filme: Comer, Rezar e Amar. Sem lembrar muito do filme, eu sabia que ele trazia uma mensagem bonita, e que sei lá o motivo, eu estava interessada em assistir novamente.
Foi um misto de sentimentos ver novamente o filme, depois de anos assim, me fez olhar e identificar muito a cada mensagem dele. Ouvir ainda da minha amiga: Aquele filme é para você…

Muitas coisas mudaram desde a primeira vez que assisti, muitas coisas aconteceram, pessoas foram, pessoas ficaram, eu cresci, amadureci, e me transformei. Vendo o filme hoje… consegui entendê-lo, cada fala, e cada atitude dela com relação a vida…

E sabe, eu sou um pouco da Liz Gilbert, medo de estagnar, medo de ficar rodando em ciclos sem rumo. Medo de ser igual. E você será que tem um pouco de Liz Gilbert? Não, não foi falar sobre o filme, até porque essa não é muito a minha praia, e o assunto aqui é outro.

Você já teve a sensação de que queria mais, de que aquela rotina que você vive, de que aquela normalidade da sociedade, não é o bastante pra você? Eu não estou falando que é errado, ou o que as pessoas não podem fazer isso, construir uma família, ou viver uma história como se fosse um filme bem romântico.

Eu tenho me perguntado muito nos últimos dias, se era isso o que eu queria, e porque toda vez que eu vejo fotos de pessoas viajando, pessoas experimentando outras culturas, falando outras línguas, visitando lugares que muitas vezes ninguém visitaria, eu fico com aquele aperto, de que eu quero isso também!

Eu quero mais! que eu quero explorar, ter experiências, que eu quero VIVER, antes de achar um amor, antes de construir uma família e me ver cercada por crianças. (que eu quero isso)

Tem dias que eu viajo com olhos abertos, imaginando eu na muralha da china, ou na neve de nova york, ou em um hostel qualquer no chile… Parece bem aquela vida nômade né? mas a real é que o mundo está ali pra ser explorado, o Brasil é lindo, eu sei disso, e eu sou apaixonada pelo meu país, e ainda quero ir para muitos lugares no Brasil, mas eu preciso de algo que eu nunca pensei tanto na minha vida!

Continue Reading