Carta aberta de uma recente intercambista

Ainda não estou acreditando que estou indo realmente, parece que passa um flash, em ver que tudo que eu sonhava, agora vai se tornar realidade. Nessa tempo de espera, ja ouvi muito: “você vai sozinha?” Quando recebem a resposta, continuam: “coragem!”.

Coragem! Uma palavrinha tão minuscula, diante do significado dela. Mas eu entendo, é preciso coragem para deixar a rotina, é preciso coragem pra deixar o trabalho, é preciso coragem pra mudar a lingua e a escrita, é preciso deixar a coragem entrar dentro de vc, te encher com muitas coisas boas pra você não desistir, não cair com todos os sentimentos que envolvem.

É preciso ter equilibrio emocional pra fazer tudo isso! E porra, quem tem equilibrio emocional? Meu Deus! É completamente dificil, completamente desgastante, mas a coragem, ela fica ali dentro, de cutucando.

A mente pensa: “não dou conta, não estoi aguentando, não vou conseguir.”
Ai vem a coragem: “Vai sim, vc ja pagou, tudo Vai dar certo, confia.”

E fica nessa jornada, até o dia chegar. E chegou! E ai meu Deus, estou pirando, sera que vai da certo? Será que vai ser incrivel? Será que volto com o inglês bom? Será que eu volto? Será que eu aguento a pressão? Será?

Ai la vem a coragem: ” o será vai ser sempre será se não tentar”
Com aquelas fuckin frases motivacionais! Mas você sabe que por mais cliches que elas sejam, funciona! Eu mesma tenho uma pasta com várias frases motivacionais, que vejo de vez em quando, elas são o alimento da coragem, porque você precisa alimentar pra que ela continue sobrevivendo, ali dentro de você!

Muitos falam dos que ficam, mas estou falando do outro lado, dos que estão indo! Uma sensação, uma mistura de sentimentos, muito doido!

Deixar a rotina de ver os amigos, sair, pra comer, pra conversar. É muito ruim deixar isso, você sabe la no fundo, que tudo isso vai mudar e você não quer! Porque a mudança é dificil! Talvez seja por isso que façamos o quanto de “despedidas” podemos! Talvez seja por isso que queremos ver uma quantidade de gente, porque a mudança ocorrerá, e não é só a mudança fisica de um lugar pra outro, é a mudança interna, nós vamos mudar, e a gente sabe isso no fundo, a gente sabe!

Meu Deus como é dificil, o “último” abraço, a “última” saida, a “última” cerveja, como é dificil, receber abraços, apertados e recheados de muito carinho, muito amor! Mas exatamente por estar recheado de carinho e amor, é que torna mais gostoso! Talvez até mais fácil, passar por isso.

Mas não tem coisa mais gratificante do que ter amigos! Como meus amigos são sensacionais! Todos eles te mantém lúcida e bem pra tudo isso, muito apoio, muitas saídas! E principalmente, eles estão ali, vivendo, e vibrando a cada passo! Sei que é piegas, mas estou piegas ultimamente, amigo é coisa pra se guardar mesmo!

Eu não tenho palavras pra agradeço cada um que fez algo pra mim, por mim, seja um abraço, seja fazer surpresa ( essa vai ficar na minha mente pra sempreee viu?) Seja aquele almoço gostoso de um dia qualquer, seja se preocupar comigo, tudo ajuda, tudo é valido, porque precisamos sentir esse amor, para nós que estamos indo, sentir esse amor, é o que move!

O ir, leva consigo uma bagagem gigante, de muitos ses, muitos talvez, muitos serás, e além das dúvidas, muitos vai ser ótimo, incrível, amazing! O que eu estou sentindo no momento é uma mistura de medo, insegurança, alegria, felicidade. Falam que não existe a palavra saudade nos vocabulários pelo mundo, e eu fico feliz. Por existir uma palavra, que significa tanto, e tanta coisa boa, que só existe no meu País! Assim posso explicar para as pessoas ao redor do mundo, o que é saudade! Porque nesse momento, já estou sentindo ela!

Porém a saudade, é só mais um combustível pra poder tomar rumo e seguir adiante. Para todos que estão ficando, amigos e família, obrigada por impulsionar tudo o que foi possível acontecer nesse tempo! Obrigada por estarem do meu lado sempre, por querer estar do meu lado até o último minuto possível! Por não querer se despedir, apenas um até logo. Amo vocês incondicionalmente!
Sei que terá momentos dificeis, e terá momentos muito bons! Mas é preciso vivê-los não é?

Estou indo, porém volto! Com muita experiência e muito aprendizado! Logo terá minhas primeiras impressões de como é estar sozinha (no bom sentido) nesse mundão a fora!

Um beijo! <3 PS* escrevendo esse post, do aeroporto de Amsterda, logo mais posts sobre tudo isso que estou vivendo!

Continue lendo