2022 vem com calma…

Eu achei que eu não iria querer falar sobre o ano, colocar metas, porém esses primeiros dias de 2022, eu tive uma vontade enorme de planejar, de colocar no papel o que eu quero e de me forçar a olhar as coisas de outro modo e realmente focar em coisas que vão me fazer bem. 2021, foi um ano ao mesmo tempo difícil, mas com algumas conquistas e eu gostaria de focar nessas conquistas um pouco aqui (mesmo que eu tenha falado por cima no post anterior) e quando eu entrar no blog ano que vem, ou daqui alguns meses, ou daqui alguns anos, eu ver que eu tive momentos muito felizes em 2021.

Continue Reading

Ressignifiquei…

Sentada na minha cama nesse exato momento, 23h do dia 04/01/2022, apenas com a luz do abajur acesa e com James Arthur no spotfy. Após assistir a um filme, lembrando de você as 2h30 do filme, eu resolvi escrever. Sem sono, após um dia inteiro de uma viagem de volta pra casa, com chuva, tensa, e pensamentos lá longe. Após eu passar a tarde inteira, lavando roupa, arrumando a casa, e derrubar um prato de macarrão no chão, estou escrevendo sobre o quanto eu não paro de pensar em você.

Continue Reading

2021 vá em paz…

Já faz alguns anos que escrevo sobre o ano que eu passei no ano e o que eu espero para o próximo ano. Eu sempre gostei de ano novo, e de toda a tradição que vem nele, a passagem, os fechamentos de ciclo, e novas páginas para escrever um novo capitulo da minha vida e eu estou passando neste exato momento, por fechamento de capitulo e gostaria de colocar isso para fora. Ver os posts de 2017 e 2018, passou um filme na minha cabeça! E que incrível foram esses anos, cheios de coisas boas e acontecimentos incríveis.

Continue Reading

É Natal novamente…

Eu achei que não seria capaz de escrever sobre isso, mas eu preciso tirar isso do meu coração, da minha cabeça. Porque foram dias difíceis, talvez mais do que sem você aqui, mãe. É duro imaginar sobre o segundo natal sem você, não tem sido fácil sabe, o primeiro Natal foi estranho, sinto que mesmo que eu estava no mesmo lugar de sempre, era diferente e dessa vez vai ser mais estranho ainda e sei que a dor vai diminuindo, mas nesses últimos meses ela cresceu e a falta que eu sinto de voce todos os dias, ela só aumentou.

Continue Reading

4. Letter: Your siblings

Meu deus, como é dificil encontrar palavras para escrever uma carta para você.Há 28 anos, você entrou na minha vida como um irmão mais novo e eu achava que você era uma boneca. A forma como a gente se relaciona é diferente de tudo, eu acho um absurdo quando alguém fala que não tem contato com o seu irmão, eu jamais conseguiria me distanciar de você, jamais!

Continue Reading

Document Your Life | May 2021

Eu gosto tanto de gravar esses pequenos momentos, porque mostra pra mim que os meus dias são bons! Mesmo que eu não faça nada de mais. E isso é o meu diário para um futuro, e ver que eu curti bastante os meses, mesmo em pandemia. Esse mês foi um video grandinho, mas foi gostoso, um mês com muitas memórias!

Continue Reading

é você!

A gente ouve muito por ai, que as pessoas entram na nossa vida por algum motivo, as vezes sabemos do motivo, ou tentamos encontrar um motivo, que nem sempre é aparente. Eu sei que esse “ditado” é uma verdade, pelo menos na minha vida, todas as pessoas que passaram por mim, seja elas por anos, meses, dias ou horas, me ensinaram alguma coisinha.

Continue Reading